rádio região de basto

105.6fm - 93.1fm

uma rádio que vale por duas!

Celoricenses passam a ter o Hospital de Guimarães como referência (c/áudio)

Celorico de Basto passou a ter desde dia 1 de Janeiro de 2024, o hospital de Guimarães como hospital de referência. O autarca José Peixoto Lima considera “Este é um momento importante para todos os celoricenses. Celorico de Basto fica a ganhar com esta mudança para um hospital de referência nacionalmais próximo da generalidade do concelho e com melhor serviço de transportes públicos”. Para o edil celoricense, José Peixoto Lima, a principal vantagem da mudança para Guimarães é a existência de um maior número de ligações por transportes por autocarros àquela cidade, beneficiando do facto de os concelhos vizinhos de Mondim de Basto e Cabeceiras de Basto também terem o Hospital Senhora da Oliveira como referência, como podemos ouvir abaixo a explicação do autarca celoricense aquando da palestra acerca da mudança dos cuidados primários em Celorico de Basto que aconteceu em Dezembro do ano passado e onde esteve presente o Dr. Henrique Capelas que fez parte da direção do Hospital Senhora da Oliveira e agora vai liderar a Unidade Local de Saúde do Tâmega e Sousa.

Desde 1 de Janeiro deste ano que os utentes de Celorico de Basto passam a dirigir-se ao Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães, para a prestação de cuidados de saúde primários, hospitalares e continuados. Com a restruturação do Serviço Nacional de Saúde – SNS, o país passa a estar coberto por 39 ULS e 222 novas Unidades de Saúde Familiar de modelo B. Com esta reorganização foi criada a ULSAA – Unidade Local de Saúde do Alto Ave, que agrega os concelhos de Guimarães, Vizela, Fafe, Cabeceiras, Mondim e Celorico de Basto, servindo cerca de 270.000 utentes. A nova Unidade Local de Saúde do Alto Ave (ULSAA) vai ter como presidente do Conselho de Administração o médico Pedro Cunha, Clara Paz Dias será a diretora clínica para a área dos cuidados de saúde hospitalares. Na área dos cuidados de saúde primários, a direção clínica ficará a cargo do médico Domingos Freitas, especialista em Medicina Familiar e do Trabalho, a direção de enfermagem será ocupada pela enfermeira gestora, com especialidade em Saúde Materna, Alcina Pereira da Silva e o lugar de vogal executivo, com o pelouro financeiro, será ocupado por João Miranda. No comunicado emitido, a direção da ULSAA diz que esta unidade “foi pensada e estruturada com o objetivo de melhorar, ainda mais, o acesso aos cuidados de saúde dos cidadãos, através de uma estratégia de proximidade e de integração de cuidados, que coloca o utente no centro de todo o processo, em favor da comunidade que serve com dedicação e profissionalismo”.