line

BARRA BASTOMEDIA

VERMAIS

Ordem dos NutricionistasCerca de 60% da população adulta e 1 em cada 3 crianças em idade escolar europeias apresentam excesso de peso ou obesidade e o cenário poderá ter agravado com a pandemia de COVID-19.

A Ordem dos Nutricionistas defende uma aposta clara em estratégias de prevenção desta doença, nomeadamente através da garantia do acesso a consultas de nutrição, como uma medida possível para travar o aumento da prevalência da obesidade.  

A proposta vem no seguimento do Relatório da Obesidade 2022 da Região Europeia da Organização Mundial da Saúde (OMS) que foi divulgado esta terça-feira, dia 03 de maio, e que concluiu que, na Europa, cerca de 60% da população adulta e 1 em 3 crianças em idade escolar apresentam excesso de peso ou obesidade e que o cenário poderá ter agravado “de forma alarmante” com a pandemia, revela em comunicado. “Dispomos de dados suficientes que nos alertam que precisamos de agir já e com audácia. Na região europeia 1,2 milhões de pessoas podem ter morrido anualmente devido a excesso de peso ou obesidade e a maus hábitos alimentares que, como bem sabemos, estão diretamente relacionados com este problema, e em Portugal esta situação não será exceção”, salienta Alexandra Bento, bastonária da Ordem dos Nutricionistas. Para a bastonária, a escalada dos preços decorrentes do conflito armado na Ucrânia é mais uma variável que poderá levar a que “os portugueses se alimentem pior” e por isso a redução de impostos em alimentos saudáveis é uma medida é fundamental.  

A OMS alerta ainda que nenhum estado membro vai conseguir alcançar a meta anteriormente estabelecida que previa travar o aumento da obesidade até 2025. Como recomendações, a OMS, à semelhança do que a Ordem dos Nutricionistas tem vindo a defender, aponta as medidas económicas de promoção do consumo de frutas e produtos hortícolas; a implementação de programas e campanhas de educação alimentar; a implementação de campanhas nacionais de alimentação saudável; e a obrigatoriedade de esquemas de rotulagem nutricional na frente da embalagem nos produtos alimentares.

O Relatório da Obesidade 2022 recomenda ainda que a disponibilização de alimentos em ambientes públicos promova uma alimentação saudável, que se monitorize e controle os produtos alimentares à venda junto de estabelecimentos de ensino, e que monitorize a prevalência da obesidade ao longo do ciclo de vida.

PODCAST-RRB-BUTTON

Espaço Aberto

ESPAÇO ABERTO

Madrugar

Madrugar

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos