line

BARRA BASTOMEDIA

VERMAIS

Filipe Morato Gomes, formado pela Universidade do Minho, assinala esta quinta-feira 50 anos de idade e 20 anos da criação do “Alma de Viajante”, o primeiro blogue de viagens português.

Às 21h00, no facebook deste blogue, o autor partilha os bastidores e o seu percurso como viajante por mais de 100 países, líder de expedições e contador de histórias, além de refletir sobre o presente e futuro das viagens na era covid-19. Participam ainda em direto repórteres, parceiros de viagens e amigos espalhados pelo mundo.

 

O “Alma de Viajante” já foi distinguido três vezes como melhor blogue de viagens nos momondo Open World Awards, tendo ainda três prémios das feiras BTL (Lisboa) e FITUR (Madrid). Foi em 2001 que Filipe Morato Gomes, aplicando a licenciatura em Engenharia de Sistemas e Informática, publicou os seus primeiros textos de viagens num site que construiu na íntegra, então em www.fmgomes.com e já intitulado “Alma de Viajante”.

Este travelologue supera hoje os 7000 artigos, desde extensas reportagens, crónicas, roteiros, dicas práticas sobre inúmeros destinos, entrevistas e até informações sobre promoções e novas rotas aéreas. O blogue está também a focar momentos-chave destas duas décadas, como as melhores praias, os museus mais difíceis de encarar ou grandes cidades e mercados de rua imperdíveis.

“Sinto uma enorme realização pessoal e profissional por ter este espaço simultaneamente útil e inspirador, mas também sustentável para cumprir o sonho de viver como blogger de viagens”, afirma Filipe Morato Gomes, grato a todos os internautas. O autor hesita, porém, a indicar a sua melhor viagem: “As pessoas são o que mais me fascina, como no caso de Mongólia, Irão, Vanuatu, Amazónia… mas a natureza já me fez chorar de alegria, nomeadamente num trekking em Tenerife ou nos Kaluts iranianos”. A sua experiência mais difícil foi aquando do tsunami na Tailândia e no Sri Lanka.

Preside a Associação de Bloggers de Viagem

Filipe Morato Gomes fundou o portal de alojamento Hotelândia e preside a Associação de Bloggers de Viagem Portugueses, que visa o desenvolvimento profissional dos agentes desta área do turismo, potenciando as suas plataformas e atividades. O portuense é igualmente formador em escrita de viagens e quer preparar um livro sobre a viagem terrestre Cairo-Cidade do Cabo, ainda adiada. “O último ano ensinou-nos que não vale a pena grandes planos sobre os próximos destinos”, pondera. “E a verdade é que, quanto mais viajo, mais sinto como Portugal é incrível e um dos melhores destinos do mundo”, realça.

O seu gosto pelas viagens vem das férias em que acampava no Soajo, das maratonas até ao Algarve em VW Carocha e com os pais a Espanha e Sul de França, das estórias do avô sobre o transiberiano ou das digressões ao estrangeiro pela Azeituna – Tuna de Ciências da UMinho, à qual continua ligado. Após o primeiro emprego a conceber CD educativos, libertou-se para realizar uma volta ao mundo em 14 meses, em 2004/05. Isso atiçou-lhe a paixão por jornalismo, fotografia, design e viagens, com crónicas na “Fugas” (jornal “Público”) e em livro. Colaborou depois nas revistas “Up” (da TAP) e “Minha Viagem” (Brasil), entre outras.

PODCAST-RRB-BUTTON

Espaço Aberto

ESPAÇO ABERTO

Madrugar

Madrugar

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos