rádio região de basto

105.6fm - 93.1fm

uma rádio que vale por duas!

UTAD é a primeira a fixar valor de propinas para estudantes da CPLP

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro é a primeira universidade portuguesa a fixar propinas para estudantes da CPLP em valor igual ao dos estudantes Portugueses.

A universidade quer igualar, a partir do ano letivo 2024/2025, o valor da propina dos estudantes oriundos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) aos restantes estudantes da instituição. “A medida é pioneira no ensino superior nacional e já foi aprovada em Conselho Geral, por unanimidade.”, revela a instituição em comunicado.

“A língua portuguesa é uma matriz identitária que a todos nos une, pelo que esta é uma decisão de política da atual reitoria”, afirma o reitor da UTAD Emídio Gomes.

A medida foi apresentada pela Reitoria e aprovada por unanimidade. A partir do ano letivo 2024/2025, novos e atuais estudantes de licenciatura, mestrado ou doutoramento da UTAD e que sejam oriundos da CPLP serão abrangidos pelo mesmo valor de propinas dos estudantes nacionais.

A UTAD torna-se assim a primeira instituição de ensino superior em Portugal a fazer esta discriminação positiva, uma medida que se insere na estratégia de internacionalização da oferta educativa e que vai ao encontro das preocupações no atual contexto socioeconómico e da própria sustentabilidade da universidade: “a internacionalização na UTAD é um processo de integração pleno e de verdade. Um novo estudante internacional é mais um membro da família UTAD. A matriz linguística comum é um acréscimo à presença de Portugal no mundo”, acrescenta o reitor.

A UTAD fixou o valor das propinas nos €550 para os Cursos de Técnico Superior Profissional, nos €697 para os ciclos de estudo de Licenciatura e Mestrado Integrados e Mestrado de continuidade; nos €1019 para os ciclos de Mestrados; e nos €1250 para os ciclos de estudos de Doutoramento.