rádio região de basto

105.6fm - 93.1fm

uma rádio que vale por duas!

Escolas celoricenses recebem Gabinete Girassol

O Gabinete Girassol anda pelas escolas de Celorico de Basto a falar sobre o Bullying nas escolas.

Despertar os jovens para este problema é o objetivo da campanha, “Diz Não ao Bullying” promovida pelo Gabinete Girassol do município de Celorico de Basto nas escolas básicas e secundária do concelho de Celorico de Basto. Durante um horário letivo, as diferentes turmas do 2º e 3º ciclo, ouviram os técnicos do Gabinete Girassol, Helena Carvalho e Pedro Moura, que mostraram aos jovens exemplos destes maus tratos, físicos e psicológicos, impostos por um ou vários agressores, que justificam o seu comportamento com razões de natureza social, raça, religião, aspeto físico, aprendizagem, e outros.

O bullying mostra-se como uma prática recorrente entre os jovens e que “tem de ser extinta, não podemos permitir que as escolas continuem a ser locais de terror para muitos jovens que se veem diariamente “atacados”, de várias formas, pelos colegas” disse Helena Carvalho, do Gabinete Girassol. “A escola tem que ser um espaço com um ambiente saudável, onde as crianças e os jovens se sintam confortáveis e felizes no seu local de ensino, por isso fomos mais duros na abordagem do tema porque queremos mesmo que estes jovens entendam a mensagem, e sejam os agentes da mudança”.

Esta campanha “Diz Não ao Bullying” foi um pedido de ajuda das escolas que se veem, muitas vezes, incapazes de responder assertivamente para sanar este problema. O diretor do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto, Domingos Carvalho, diz que “temos atuado de diferentes formas para resolver algumas situações que vão acontecendo em recinto escolar, o bullying não pode ser tratado com ligeireza, temos agressores e vitimas que acabam muito mal, este é um problema grave que deve ser tratado com a severidade que merece”. O diretor da escola é perentório, “ a escola tem de ser um espaço de aprendizagem onde todos se sintam livres e felizes, onde haja equidade e responsabilidade, onde todos gostem de estar e de aprender”.