rádio região de basto

105.6fm - 93.1fm

uma rádio que vale por duas!

Dezembro foi o mês mais Quente no Globo

O mês de dezembro de 2023 foi o mais quente já registado a nível global, com uma temperatura média global de 13,51°C, 0.85 °C acima do valor médio 1991-2020. Estima-se que o mês tenha sido cerca de 1.78°C mais quente do que a média pré-industrial de 1850-1900.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera dá conta que na Europa, o valor médio da temperatura média do ar foi + 0.97°C superior ao valor médio 1991-2020.
“Houve um contraste marcante nas temperaturas em toda a Europa em dezembro. Condições mais quentes do que a média, em relação à normal 1991-2020, foram observadas numa faixa noroeste-sudeste, desde o Reino Unido e Irlanda (Reino Unido registou a véspera de Natal mais quente dos últimos 26 anos) até à Turquia e ao Cáucaso, onde a Arménia registrou o dezembro mais quente em 100 anos. Recordes de temperaturas diárias também foram registados em Espanha em meados de dezembro. Por outro lado, uma grande parte dos países nórdicos registou condições mais frias do que a média pelo terceiro mês consecutivo. Na Suécia, algumas regiões registaram temperaturas médias diárias 10°C abaixo da média. Estas condições frias também se estenderam ao noroeste da Rússia e ao centro da Groenlândia.”

Em relação à precipitação, grande parte da Europa registou condições mais húmidas do que a média, e com registo de várias tempestades que afetaram o centro e o noroeste da Europa, com impactos desde neve generalizada até inundações. A Escandinávia, a Islândia e o sul da Europa registaram condições mais secas do que a média.

Em Portugal continental o mês de dezembro de 2023 foi normal em relação à temperatura do ar e muito seco em relação à precipitação. O valor médio da temperatura média do ar 9.99 °C, foi superior à normal com uma anomalia de +0.18 °C. “O valor médio da temperatura máxima do ar, 14.25 °C, foi superior ao valor normal, com uma anomalia de +0.51 °C), enquanto que o valor médio da temperatura mínima do ar 5.72 °C, foi inferior à normal com uma anomalia, de -0.16 °C. Durante o mês verificou-se alguma variabilidade nos valores de temperatura do ar (mínima, média e máxima), sendo de salientar os períodos: 07 a 12 de dezembro com valores de temperatura muito acima do valor médio mensal, em especial da mínima e 14 e 27 com valores da temperatura mínima consecutivamente abaixo da média. Em relação à precipitação, foi o 7º dezembro mais seco desde 2000; total de 58.5 mm que corresponde a 44 % do valor médio 1981-2010.” revela o IPMA. Durante o mês ocorreu precipitação na primeira quinzena e nos últimos dias do mês, em especial nas regiões do Norte e Centro, com precipitação persistente e por vezes forte, em especial no Minho e no Douro Litoral. No fim do mês verificou-se um aumento da área e da intensidade da seca meteorológica fraca na região Sul, destacando-se os distritos de Setúbal, Beja e Faro na classe de seca moderada. A 31 de dezembro 38 % do território estava em seca meteorológica.