rádio região de basto

105.6fm - 93.1fm

uma rádio que vale por duas!

Jorge Palma e GNR no Cine-Teatro de Amarante

O ano inicia no renovado Cine-Teatro de Amarante a recordar obra de José Saramago e Gil Vicente, com duas peças de teatro, e recebe concerto de Jorge Palma e dos GNR.


O Cine-Teatro de Amarante começa o ano de 2024 com grandes nomes do teatro, da literatura e da música nacionais. Esgotado está o concerto de Jorge Palma, para amanhã, 13 de janeiro. A apresentação de “A Farsa de Inês Pereira”, a partir de Gil Vicente, está marcada para dia 27 de janeiro; já “O Globo de Saramago – 1993”, a partir da obra do autor, a 10 de fevereiro; e o concerto dos GNR – Festival Montepio às Vezes o Amor, dia 17 de fevereiro.
Em parceria com o Teatro Nacional D. Maria II é apresentado, a 27 de janeiro, “A Farsa de Inês Pereira”, a partir de Gil Vicente, com texto e encenação de Pedro Penim. No original vicentino, a peça é relato cómico que dá conta das desventuras duma mulher da classe média portuguesa do século XVI, que desafia o poder familiar e a mentalidade medieval que dominava a sociedade quinhentista, e que foi considerada a mais perfeita das obras do ‘fundador do teatro português’, desfazendo dúvidas sobre o seu talento e originalidade. Cinco séculos depois, Pedro Penim reescreve o original vicentino e transforma-o numa obra do nosso tempo. Um olhar cáustico sobre alguns alicerces da sociedade contemporânea, nomeadamente o trabalho, a sexualidade e a célula familiar. Os bilhetes custam 14€ e o espetáculo começa às 21h30.
A 10 de fevereiro sobe a palco “O Globo de Saramago – 1993”, a partir da obra poética de José Saramago, “O Ano de 1993”. Tal como na obra, também na peça tenta-se criar um jogo contemporâneo que foge aos cânones, às regras, e que convida o público a deixar-se ir pela corrente das palavras e do pensamento. O jogo teatral decorre dentro de um globo insuflável, transformando o objeto cénico globo num casulo de situações melancólicas, intensas e intimas, onde prevalecem os pensamentos e tentações de um homem insatisfeito que habita dentro da sua própria caverna.
Encenado e interpretado por Frédéric da Cruz P., “O Globo de Saramago – 1993” tem banda-sonora ao vivo pela artista Surma. Os bilhetes custam 7€ e a sessão, às 21h30, terá Língua Gestual Portuguesa e Audiodescrição.
A 17 de fevereiro, o teatro dá lugar à música com um concerto dos GNR, no âmbito do Festival Montepio às Vezes o Amor. Banda incontornável em Portugal, com mais de 40 anos de carreira, os GNR de Rui Reininho, Toli César Machado e Jorge Romão trazem a Amarante clássicos como “Dunas”, “Ana Lee”, “Efectivamente”, “Morte ao Sol”, “Mais Vale Nunca” e “Pronúncia do Norte”, entre outros.
O concerto começa às 21h30 e os bilhetes custam 20€.