rádio região de basto

105.6fm - 93.1fm

uma rádio que vale por duas!

Mondim de Basto aprova para 2024 maior orçamento da última década

O Município de Mondim de Basto aprovou para 2024 um orçamento de cerca de 17 980 000 euros. Para o executivo municipal, as Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2024 poderão materializar o maior investimento público no concelho, realizado pelo Município de Mondim de Basto na última década – com a incorporação do saldo de gerência que é expectável atingir cerca de 2,5 milhões de euros -, definindo assim um Orçamento Municipal que superará os 20 milhões de euros.

“Seguindo a estratégia dos últimos dois anos, o orçamento para 2024 continuará a ser um orçamento amigo das famílias mondinenses” revela a autarquia enumerando as medidas aplicadas efetivamente no apoio aos mondinenses; “O funcionamento dos Centros de Convívio em todas as freguesias do concelho; o apoio ao transporte dos estudantes universitários, que abrange mais de 110 famílias; o apoio complementar à natalidade, e ainda, todas as outras medidas anteriormente assumidas como o transporte a consultas e tratamentos médicos; o incentivo à natalidade; a gestão direta das refeições escolares e o transporte gratuito para todos os alunos do ensino secundário.” Segundo o executivo liderado pelo social-democrata Bruno Ferreira “Este orçamento traduz a orientação estratégica de reduzir as taxas e os impostos municipais, destacando-se a aplicação do IMI familiar, as taxas mínimas de IMI para os prédios rústicos e urbanos, e a redução progressiva da participação na taxa de IRS, que no próximo ano acomoda uma nova redução para 3,5%. Em 2024, o programa “Acesso para Todos” será reforçado com a dotação de 40.000€ para cada freguesia, tendo como finalidade melhorar as acessibilidades às habitações das famílias Mondinenses.”

A concretização de obras consideradas estruturantes para o concelho estão também previstas no orçamento para 2024, como é o caso do Edifício de Habitação 1º Direito (18 habitações), na Avenida Augusto Brito; o Plano de Valorização Integrado da Zona Ribeirinha do Tâmega e Cabril; a Valorização das Quedas do Rio Cabrão; a Casa Mortuária de Paradança; a Requalificação da Envolvente e Construção da Casa Mortuária do Bilhó, de Ermelo e de Vilar de Ferreiros; a Requalificação do Museu Municipal de Mondim de Basto; a Reabilitação da zona envolvente à Fonte do Trigo, a Zona de Recreio e Lazer da Ponte dos Cavacos de Vilar de Ferreiros; a Zona de Recreio e Lazer de Vilarinho; o Centro de Recolha Oficial de Animais e o Miradouro das Fisgas de Ermelo. Define os projetos de execução, prepara as candidaturas e o financiamento para a execução do Centro de Turismo da Casa da Igreja; do Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde da Sub-Região de Basto; da Requalificação Urbanística da Praça de Atei; das Áreas de Acolhimento Empresarial em Atei; da Via Circular Externa de Mondim de Basto e da Requalificação do Centro de Saúde de Mondim de Basto.

Pode recordar a entrevista de Bruno Ferreira à RRB, em Novembro deste ano, aqui.