rádio região de basto

105.6fm - 93.1fm

uma rádio que vale por duas!

“O Espanto” – peça artística patente em Celorico de Basto

Está patente na entrada principal do Município de Celorico de Basto uma peça artística, “O Espanto”, uma miniatura do livro da Declaração Universal dos Direitos Humanos em cerâmica, realizada por um jovem artista plástico.

Uma peça que visa lembrar a luta em defesa dos direitos Humanos e está protegida dentro de uma pequena campânula de vidro. A peça foi entregue à vereadora da educação do Município de Celorico de Basto, Maria José Marinho, por duas jovens que integram o projeto mentor desta iniciativa, o GRITAH. O GRITAH – Grupo de Intervenção e Ação Humanitária, é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) constituída por dezenas de jovens voluntários da região do Douro, Tâmega e Sousa, que conta com a colaboração da CIM – Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, o que permitirá colocar a peça nos 11 municípios da CIM.

A colocação da peça em exposição surge pelo facto de ontem, 10 de dezembro, se ter celebrado o 75.º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Para Maria José Marinho “não podemos ficar indiferentes ao que se passa por este mundo, existem direitos que deveriam estar garantidos mas que, em muitas sociedades estão longe de estar assegurados. Este é um ato simbólico mas de muito valor e cheio de perseverança destes jovens, que lutam, que se entregam a causas nobres e justas, que acreditam que a humanidade tem que caminhar no sentido da igualdade e equidade, onde devem estar garantidos os direitos civis, políticos, sociais e ambientais de forma uniforme, os valores que regem a Declaração Universal dos Direitos Humanos”.

A peça está patente na entrada do Município até 17 de dezembro. Finda a data será recolhida pela associação GRITAH.