rádio região de basto

105.6fm - 93.1fm

uma rádio que vale por duas!

Obra de Soledade Summavielle apresentada amanhã em Fafe

A Obra completa de Soledade Summavielle é apresentada a 7 de Dezembro na Biblioteca Municipal de Fafe.

O Núcleo de Artes e Letras de Fafe promove a apresentação do livro “Soledade Summavielle – Obra completa (poesia e prosa)“, edição do NALF, com recolha, introdução e notas de Artur Ferreira Coimbra, na próxima quinta-feira, dia 7 de Dezembro, pelas 21h30, na Biblioteca Municipal de Fafe.

A anteceder vai acontecer a abertura da exposição “Fios de Poesia”, sobre Soledade e um momento musical a cargo da Academia de Música José Atalaya.

A apresentação da obra completa de Soledade, um projecto acalentado pelo Núcleo de Artes e Letras de Fafe há alguns anos, surge a propósito da data do nascimento da poetisa maior do universo fafense. Soledade Summavielle nasceu em 7 de Dezembro de 1907, há 116 anos e faleceu em 7 de Fevereiro de 2000, aos 92 anos.

“Data redonda é também a evocação dos 60 anos sobre a publicação do seu primeiro livro de poesia, “Sol Nocturno”, em 1963. A longa existência de Soledade foi dedicada inteiramente à arte: foi cantora lírica, tendo actuado em grandes palcos nacionais, e também ceramista, mas seria na poesia que mais se salientaria a sua actividade artística. É dos poetas fafenses a única que atingiu verdadeira expressão nacional, em resultado da qualidade da sua obra poética que se dispersa por cerca de três décadas e uma dezena de obras publicadas que a singularizam como uma das vozes mais fortes, únicas, autênticas e emotivas da poesia portuguesa.” revela a autarquia de Fafe em comunicado.

A obra agora publicada inclui uma introdução inicial que sintetiza a vida e obra artística de Soledade, reproduzindo os dez livros de poesia publicados por Soledade Summavielle ao longo da sua vida literária, entre 1963 e 1991, num total de 314 poemas, a que se acrescentam mais 5 poemas publicados em jornais e coletâneas do Núcleo de Artes e Letras de Fafe.

Acrescentam-se nove textos em prosa, que alargam a dimensão do labor literário de Soledade Summavielle, para campos diferentes do exercício da poesia. São cerca de 500 páginas, em louvor da decana dos poetas fafenses, acrescenta a autarquia.

“Este livro, que cremos representar um notável contributo para o conhecimento, valorização e divulgação da vida e sobretudo da obra de Soledade Summavielle, tem em seu propósito constituir uma homenagem ao nome maior das letras fafenses e do mesmo passo fixar o seu nome luminoso no património imaterial do concelho e do país!”

Na cerimónia vão ser lidos poemas de Soledade Summavielle.