rádio região de basto

105.6fm - 93.1fm

uma rádio que vale por duas!

Município de Celorico de Basto promove reclassificações profissionais de trabalhadores


Foi feita a consolidação da situação de mobilidade intercarreiras e intercategorias para 13 profissionais dos quadros da autarquia.


“Estamos aqui para vos ajudar a progredir na carreira, é um gesto de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido” – disse José Peixoto Lima.
Foi no Salão Nobre dos paços do concelho em Celorico de Basto que o Executivo Municipal em funções, composto pelo Presidente da autarquia, José Peixoto Lima, pelo Vice-Presidente da Câmara Municipal, Domingos Teixeira, e pela Vereadora, Maria José Marinho, que 13 profissionais do Município assinaram o novo contrato de trabalho por consolidação da situação de mobilidade.
Destes 13 profissionais, 9 transitaram para a carreira de Assistente Técnico e 4 transitaram para a categoria de Encarregado Operacional, todos eles anteriormente integravam a carreira de assistentes operacionais.
Estas reclassificações são um sinal claro que no interior da estrutura da câmara os profissionais podem aceder a categorias superiores. Tal acontece porque passaram a desempenhar funções de complexidade superior ou de chefia mas também pelo “trabalho desenvolvido pelos nossos profissionais ao longo dos anos, trabalho desenvolvido com dedicação e zelo, e que nunca param de aprender, de querer saber mais” disse o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto. O autarca assegura que é objetivo “ajudar as pessoas a fazer carreira na função pública, dar-lhes as melhores condições para que trabalhem cada vez mais motivados. A curto prazo iremos organizar uma sessão idêntica com os profissionais que foram reclassificados da carreira de assistente técnico para a carreira de técnico superior, pessoas que entretanto concluíram as suas licenciaturas e passaram a desempenhar funções de complexidade compatíveis com a formação obtida”.
Para os trabalhadores reclassificados esta é uma medida que vem ajudar a melhorar substancialmente a vida de cada um.
Maria José Silva que viu autorizada a sua situação de mobilidade para a categoria de Encarregado Operacional diz que “esta medida devia ter sido aplicada há 20 anos, mas vem sempre a tempo, vem melhorar substancialmente a nossa vida a nível orçamental e profissional”.