slogan

Este ano, o período de maior atividade da gripe em Portugal vai acontecer entre o Natal e a segunda semana de Janeiro. A previsão foi apresentada pelo Centro de Estudos e Avaliação em Saúde (CEFAR), da Associação Nacional das Farmácias.

As farmácias conseguem antecipar em duas semanas a fase mais severa de contágios, com base nos dados diários da dispensa de medicamentos e produtos de saúde para infeções respiratórias. O início da fase epidémica ocorreu há duas semanas, de acordo com os dados confirmados pela equipa de investigadores.

«Este novo instrumento tem grande valor para a Saúde Pública porque permite alertar a população para a necessidade de reforçar os comportamentos preventivos», declara Nuno Rodrigues, da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública, que colaborou na construção do modelo. «Por outro lado, dá mais tempo aos serviços de saúde para planificarem a sua resposta», acrescenta o médico especialista em Saúde Pública.

Em média, as farmácias recebem 520 mil portugueses por dia. «As farmácias têm todos os dias mais de meio milhão de oportunidades de contribuição para a Saúde Pública, através da dispensa de medicamentos, administração de vacinas e aconselhamento à população», declara António Teixeira Rodrigues, diretor do CEFAR. «O que é novo é que esse contacto maciço com a população permite reunir dados estatísticos em Saúde de grande valor para a sociedade», considera este farmacêutico.

PODCAST-RRB-BUTTON

PUBLICIDADE

Madrugar

Madrugar

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Covid 19 - Recomendações

Medidas de prevenção:

. distanciamento social;

. etiqueta respiratória:

. o tapar o nariz e a boca quando espirrar ou atirar, usar um lenço de papel ou o braço, NUNCA com as mãos;

. o deitar o lenço de papel no lixo;

. lavar como mãos sempre que se associar, espirrar ou atirar;

. lavar frequentemente como mãos com água e sabão ou uma solução à base de álcool;

. ou evitar contato próximo com dores com infeções respiratórias.

A Direção-Geral da Saúde não recomenda o uso de máscara de proteção individual por pessoas sem sintomas.

A utilização correta das máscaras é recomendada apenas para:

• pessoas doentes;

• suspeitas de infração por COVID-19:

• profissionais que prestam cuidados médicos suspeitos de infração por COVID-19:

O que devo fazer se tiver tido contato próximo com uma pessoa infetada?

Os seguintes sintomas (febre, tosse ou dificuldade respiratória) devem:

• ligar para o SNS 24 - 808 24 24 24 e seguir como instruções dadas;

• evitar estar próximo de pessoas;

Se não tiver sintomas (febre, tosse ou dificuldade respiratória), deve:

• evitar estar próximo de pessoas durante 14 dias;

• medir a temperatura 2 vezes por dia;

 

Siga sempre todas as indicações das autoridades de saúde, nomeadamente a Direção Geral de Saúde, o Serviço Nacional de Saúde, a Organização Mundial de Saúde e as autoridades locais.