slogan

Bolsas de EstudoNo ano letivo que agora terminou (2019/2020), a Câmara Municipal de Fafe atribuiu mais de 500 bolsas de estudo aos alunos de Fafe que frequentam o ensino superior, um valor total que ultrapassa os 290 mil euros, sendo este o ano que mais jovens receberam este apoio.

A Câmara iniciou em 2014 um programa de apoio aos alunos de Fafe que frequentam o ensino superior. Este programa complementa a bolsa atribuída pela Direção-Geral do Ensino Superior e tem por objetivo apoiar as famílias com mais dificuldades económicas, incentivando o acesso ao ensino superior e promover a igualdade de oportunidades dos jovens fafenses. Desde o início do programa, em 2014, já foram atribuídas mais de 2200 bolsas de estudo, ultrapassando 1,4 milhão de euros.

O Presidente da Câmara Municipal, Raul Cunha, explica que "a criação deste programa assenta na consciência das dificuldades e do esforço que estudar no ensino superior representa, para os jovens e para as famílias".

O autarca afirma "a preponderância que este programa de apoio significa na vida dos estudantes que têm menos recursos económicos, por lhes permitir obter uma formação académica com dignidade, pesando menos no orçamento famíliar dos fafenses. Não podemos desperdiçar o potencial dos nossos jovens, nem a oportunidade de contribuirmos para a afirmação e para a consolidação da geração mais qualificada de sempre". Terminou, salientando "a importância, neste período especial de pandemia que vivemos, que estes apoios têm para as famílias, uma vez que, infelizmente, muitas famílias perderam rendimentos e a atribuição destes apoios permitiu a manutenção dos seus filhos na universidade."

PODCAST-RRB-BUTTON

PUBLICIDADE

Madrugar

Madrugar

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Covid 19 - Recomendações

Medidas de prevenção:

. distanciamento social;

. etiqueta respiratória:

. o tapar o nariz e a boca quando espirrar ou atirar, usar um lenço de papel ou o braço, NUNCA com as mãos;

. o deitar o lenço de papel no lixo;

. lavar como mãos sempre que se associar, espirrar ou atirar;

. lavar frequentemente como mãos com água e sabão ou uma solução à base de álcool;

. ou evitar contato próximo com dores com infeções respiratórias.

A Direção-Geral da Saúde não recomenda o uso de máscara de proteção individual por pessoas sem sintomas.

A utilização correta das máscaras é recomendada apenas para:

• pessoas doentes;

• suspeitas de infração por COVID-19:

• profissionais que prestam cuidados médicos suspeitos de infração por COVID-19:

O que devo fazer se tiver tido contato próximo com uma pessoa infetada?

Os seguintes sintomas (febre, tosse ou dificuldade respiratória) devem:

• ligar para o SNS 24 - 808 24 24 24 e seguir como instruções dadas;

• evitar estar próximo de pessoas;

Se não tiver sintomas (febre, tosse ou dificuldade respiratória), deve:

• evitar estar próximo de pessoas durante 14 dias;

• medir a temperatura 2 vezes por dia;

 

Siga sempre todas as indicações das autoridades de saúde, nomeadamente a Direção Geral de Saúde, o Serviço Nacional de Saúde, a Organização Mundial de Saúde e as autoridades locais.