slogan

Cabeceiras decretou Luto Municipal pela morte de Mário CampilhoO presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, decreta dois dias de luto municipal pela morte do antigo presidente da Câmara, Mário Campilho, ocorrida ontem, dia 12 de outubro.

A bandeira do município ficará a meia haste no edifício dos Paços do Concelho nestes dois dias de luto em sinal de reconhecimento e homenagem ao antigo presidente da Câmara.

Neste momento de dor e tristeza pelo desaparecimento do ilustre cidadão Cabeceirense, Mário Campilho Gonçalves Pereira, o presidente da Câmara expressa em seu nome pessoal e em nome do Município de Cabeceiras de Basto, o mais profundo pesar junto da família enlutada.

Mário Campilho Gonçalves Pereira nasceu a 9 de dezembro de 1928, na freguesia de Refojos de Basto, desta vila de Cabeceiras de Basto.

Casado e pai de dois filhos, Mário Campilho foi professor de Educação Física no Externato de S. Miguel de Refojos, ao longo de vinte anos, entre 1956 e 1976. Foi também funcionário da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Chefe dos Serviços Administrativos dos Serviços Federados da Região - organismo responsável pela produção, transporte e distribuição de energia elétrica – e, mais tarde, foi Chefe de Departamento da EDP.

A sua participação na sociedade civil ficou fortemente marcada pela sua passagem pelos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, Associação Humanitária onde, para além de bombeiro, foi ajudante de comando e comandante operacional, Vice-presidente da Direção e Presidente da Assembleia Geral. Entre muitas outras atividades de voluntariado e participação cívica, foi também Presidente da Direção e da Assembleia Geral da Banda Cabeceirense e Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Misericórdia de S. Miguel de Refojos.

Mário Campilho Gonçalves Pereira dedicou grande parte da sua vida à ação política, tendo desempenhado inúmeros cargos partidários no Partido Social Democrata. Mas foi como Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, cargo que exerceu durante 14 anos, entre 1980 e 1993, que a sua dedicação ao serviço público se distingue pela afirmação pública de valores e convicções próprias dos homens que promovem, lutam e defendem causas coletivas em que acreditam. Nessa condição de autarca foi também representante em diversos organismos da Administração Pública tais como a Comissão de Coordenação da Região Norte, a Direção Regional da Agricultura ou a Comissão Regional de Turismo da Serra do Marão, e, ainda, noutras Instituições como a Associação Nacional de Municípios Portugueses ou a Probasto de que foi Presidente da Direção.

Em 31 de agosto de 2015, Mário Campilho foi homenageado pela Câmara Municipal com a atribuição da Medalha de Ouro de Cabeceiras de Basto, em sinal de reconhecimento e de gratidão pela ação meritória, notável e exemplar que desempenhou ao serviço de Cabeceiras de Basto, enquanto cidadão e autarca, e pelos serviços relevantes e distintos de carácter cívico e político que prestou ao concelho.

PODCAST-RRB-BUTTON

Publicidade

Madrugar

Madrugar

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos