slogan

Feira do Fumeiro de Montalegre foi um sucessoSatisfação foi a palavra de ordem na hora do balanço da XXVI Feira do Fumeiro de Montalegre. Os rostos sorridentes dos produtores foram a "imagem de marca" de mais uma edição da "rainha do fumeiro", diz a autarquia em comunicado.

 Milhares de pessoas estiveram na capital do Barroso em busca dos produtos do concelho. Os números não enganam: foram mais de 60 toneladas de fumeiro (alheiras, chouriças, sangueiras, salpicões) e mais de uma centena de expositores. Um mundo concentrado num espaço amplo, este ano alargado ao "Fun Zone", uma espécie de praça de petiscos, instalada no adaptado pavilhão desportivo, com animação permanente.

Orlando Alves fala em missão cumprida: «todos os objetivos, inerentes ao certame, foram cumpridos e largamente ultrapassados. Genericamente, todos os produtores tiveram uma prestação muito boa, na qualidade e na forma como os produtos foram apresentados». O autarca de Montalegre revela que «foram realizadas boas vendas», suportadas, em parte, pela «ampla divulgação do certame». O líder do executivo é taxativo: «colocamos Montalegre a circular em todos os meios de comunicação social, com repercussão em todo o país. Tivemos uma grande afluência de público durante os quatro dias». Nesse sentido, acrescenta, «estamos satisfeitos e vamos começar a preparar a edição do próximo ano. É assim que se constrói o sucesso das coisas». A par destes indicadores, Orlando Alves valoriza outros fatores: «contamos com a bênção divina da neve, logo na inauguração, e com a presença de dois membros do governo. São bons indicadores e é o que nos leva a dizer que todos os objetivos foram conseguidos».

 

Declarações:

David Teixeira | Vice-presidente da Câmara Municipal de Montalegre

«Vale a pena sorrir. O carnaval são três dias mas a feira de Montalegre são quatro e isto diz tudo. Não podemos esquecer que há três grandes certames a decorrer no Norte do país: em Ponte de Lima, Macedo de Cavaleiros e aqui. São três eventos com muita tradição, coincidiram no mesmo fim-de-semana e penso que Montalegre saiu a ganhar. Tivemos muito publico, muita festa e a restauração do concelho a funcionar continuadamente. Temos a maioria dos stands de fumeiro vazios, o que nos faz verdadeiramente felizes. A toda a organização e funcionários um agradecimento especial. Tivemos muitas associações num espaço novo ("Fun Zone"). Foi um sucesso e trouxe público jovem à noite. Deixo um desafio aos produtores: que sejam empresários ao longo de todo o ano».

Fátima Fernandes | Vereadora da educação da Câmara Municipal de Montalegre

«Foi um sucesso retumbante e o mérito é dos produtores. Foi um ano de trabalho, em condições difíceis, que trouxe os frutos. Quando se aposta na qualidade, no conhecimento tradicional, o resultado é este. É um orgulho ver a vila repleta de pessoas e as bancas completamente vazias. É uma felicidade extrema ouvir gente de todo o país a tecer rasgados elogios a este certame».

Boaventura Moura | Presidente da Associação de Produtores de Fumeiro da Terra Fria Barrosã

«Faço o melhor balanço possível. Ultrapassou, de longe, as nossas expetativas. Todos os dias foram bons. Contudo, o sábado é sempre destinado a grandes vendas. Todos os produtos tiveram bom escoamento mas a chouriça e a alheira são sempre vendidas em grandes quantidades. Um produtor trouxe este ano 800 quilos de alheiras e esgotou no sábado. O espaço foi melhorado. O "Fun Zone" foi uma grande ideia. Cá estaremos em 2018».

Domingos Moura | Veterinário Municipal

«Nesta feira, em volume de negócios, que é o importante para nós, atingimos o pico. Os visitantes vieram para comprar. Acho que correu muito bem. Os produtores ficaram praticamente sem stock em casa para consumo próprio. Isto é fruto do trabalho da mulher barrosã que, neste ramo, é um grande pilar da economia doméstica. De referir um pormenor interessante: houve muitas famílias que contaram com a ajuda dos filhos e familiares emigrados. Viveu-se um espirito bonito».

PODCAST-RRB-BUTTON

PUBLICIDADE

Madrugar

Madrugar

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Covid 19 - Recomendações

Medidas de prevenção:

. distanciamento social;

. etiqueta respiratória:

. o tapar o nariz e a boca quando espirrar ou atirar, usar um lenço de papel ou o braço, NUNCA com as mãos;

. o deitar o lenço de papel no lixo;

. lavar como mãos sempre que se associar, espirrar ou atirar;

. lavar frequentemente como mãos com água e sabão ou uma solução à base de álcool;

. ou evitar contato próximo com dores com infeções respiratórias.

A Direção-Geral da Saúde não recomenda o uso de máscara de proteção individual por pessoas sem sintomas.

A utilização correta das máscaras é recomendada apenas para:

• pessoas doentes;

• suspeitas de infração por COVID-19:

• profissionais que prestam cuidados médicos suspeitos de infração por COVID-19:

O que devo fazer se tiver tido contato próximo com uma pessoa infetada?

Os seguintes sintomas (febre, tosse ou dificuldade respiratória) devem:

• ligar para o SNS 24 - 808 24 24 24 e seguir como instruções dadas;

• evitar estar próximo de pessoas;

Se não tiver sintomas (febre, tosse ou dificuldade respiratória), deve:

• evitar estar próximo de pessoas durante 14 dias;

• medir a temperatura 2 vezes por dia;

 

Siga sempre todas as indicações das autoridades de saúde, nomeadamente a Direção Geral de Saúde, o Serviço Nacional de Saúde, a Organização Mundial de Saúde e as autoridades locais.