slogan

Rally de Portugal foi o mais equilibrado até agora no Mundial 2017A edição 2017 do Vodafone Rally de Portugal, sexta prova do Campeonato do Mundo em curso, foi a mais equilibrada até agora, com nove pilotos de diferentes equipas a assinarem vitórias em classificativas.

A estrutura da prova, na região Norte de Portugal, e as características das classificativas escolhidas pela equipa organizativa do Automóvel Clube de Portugal terão contribuído, de forma determinante, para que os novos carros do WRC deixassem a sua marca em termos de equilíbrio competitivo. Se em Monte Carlo, na abertura da temporada, numa prova ganha por Sebastien Ogier, houve sete pilotos a vencer classificativas, na Suécia, onde Jari-Matti Latvala subiu ao lugar mais alto do pódio, apenas quatro conseguiram figurar naquele ranking, enquanto no México – venceu Kris Meeke – foram seis os que conseguiram tempos "scratch", registando-se entre eles o primeiro empate (Neuville e Meeke). Depois em França, nas estradas da Córsega, que consagraram Thiery Neuville como brilhante triunfador, só três ganharam classificativas e na Argentina, já mais recentemente, onde o mesmo piloto da Hyundai bisava esta época no que toca a vitórias absolutas, registaram-se seis pilotos diferentes a figurar nos tempos "scratch". E Neuville e Tanak empataram uma vez.

Agora, no Vodafone Rally de Portugal, foram nove os pilotos que viram o seu nome figurar na lista de vencedores das 19 classificativas: Ogier (5 vezes), Neuville (4), Paddon (4), Tanak (3) e Latvala, Meeke, Breen, Sordo e Ostberg. Os únicos empates aconteceram nos troços de Lousada (Neuville e Ostberg) e de Ponte de Lima 1 (Meeke, Tanak e Breen).

                                                                                                   (texto - Org. Vodafone Rally de Portugal)

PODCAST-RRB-BUTTON

Publicidade

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos