slogan

VencedorEtapa5O espanhol Vicente de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé) venceu ao sprint a 5ª etapa da 78ª Volta a Portugal Santander Totta, à frente dos italianos Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira) e Francesco Gavazzi (AndroniGiocattoli-Sidermec).

As recordações que o vencedor tem de Viseu não são boas já que há dois anos foi expulso da competição depois de se envolver numa cena de pugilato, após a meta na Avenida da Europa, mas nesta segunda-feira tudo foi diferente. Vicente de Mateos impôs-se com classe e foi o mais forte após uma etapa com muita montanha. "Em 2014 vivi um dia muito triste para mim aqui em Viseu e hoje vinguei-me. Foi uma etapa muito dura, mas consegui guardar algumas forças para esta chegada. Estava a lutar por uma vitória há muito tempo", afirmou o espanhol depois de alcançar o primeiro triunfo da equipa algarvia na Volta 2016. O líder da competição, Rui Vinhas, chegou integrado no pequeno grupo, com cerca 30 unidades, que discutiu a chegada, e manteve a Camisola Amarela Santander Totta. O homem da W52-FC Porto tem 2 minutos e 45 segundos de diferença para o companheiro Gustavo Veloso, segundo classificado e portador da Camisola Verde Rubis Gás da classificação por pontos. Cinco anos depois da última aparição da Volta em Lamego, a cidade regressou ao mapa da competição servindo de ponto de partida para a quinta tirada que fechou a primeira metade da prova. Parceiros do ciclismo há muitos anos, e da Volta a Portugal em particular, as Caves Raposeira proporcionaram antes da partida, alguns momentos de convívio entre muitos elementos da caravana e antigos corredores. Entre fotografias e uma visita às caves onde é preparado o espumante oficial da Volta, foram evocados diversos momentos da história da empresa ligados à modalidade com particular incidência no ano de 1984 quando a Raposeira se associou ao Sporting Clube de Portugal numa equipa que deu brado e juntou Joaquim Agostinho, Marco Chagas, Paulo Ferreira, Eduardo Correia, Benjamim Carvalho, Benedito Ferreira, Carlos Marta, José Xavier e Manuel Zeferino entre outros. A morte de Moniz Pereira também não foi esquecida na caravana e quando os corredores do Sporting-Tavira assinaram o livro de ponto cumpriu-se um minuto de silêncio. A partida para os 153,2 Km da ligação até Viseu aconteceu logo depois. Com o dia de descanso à espreita, a etapa foi, desde cedo muito agitada. Os ataques foram constantes e as fugas não ultrapassaram mais de minuto e meio de vantagem, fruto do trabalho da W52-FC Porto na cabeça do pelotão a controlar todas as movimentações.m Com cinco contagens de montanha, os principais candidatos à liderança do título de Rei dos Trepadores estiveram em alerta máximo. A contagem de 1ª categoria na estreia da Serra de São Macário na Volta foi ganha por Ramiro Diaz (Funvic-Soul Cycles). O colombiano voltou a fazer a diferença em alto e no fim, em Viseu, recuperou a Camisola Azul Liberty Seguros. Montanha após montanha e com um grupo cada vez mais reduzido, as tentativas de ataque foram constantes até aos últimos mil metros quando todos se preparam para discutir ao sprint a chegada à Avenida da Europa que, repleta de entusiastas da Volta a Portugal, ofereceram mais um banho de multidão aos heróis do asfalto.

A jornada de descanso da 78ª Volta a Portugal Santander Totta acontece esta terça-feira em Viseu. Enquanto o pelotão vai recuperar forças para a segunda metade da prova, o dia é reservado para os cicloturistas com a realização da 10ª Etapa da Volta Via Verde RTP. Está prometida para a Avenida da Europa, ponto de partida e chegada dos 90 quilómetros do percurso, grande animação juntando os amantes da Volta e das bicicletas. Após o dia de repouso a competição profissional regressa à estrada na quarta-feira, numa etapa que vai ligar Belmonte à Guarda, com duas passagens pela Torre, na Serra da Estrela.

Quem é Vicente de Mateos?

Nasceu a 19 de setembro de 1988 em Mançanares. O espanhol também conhecido por Vicente Rubio chegou ao ciclismo profissional, em 2009, mas, no ano seguinte, voltou ao escalão amador. Em 2013, Vicente conseguiuregressar ao profissionalismo com a equipa Matrix-Powertang e desde 2014 que integra a equipa de Loulé. Até ao ano passado teve neste conjunto a companhia do irmão Raúl de Mateos. Na edição do ano passado da Volta a Portugal foi o vencedor da 1ª etapa que ligou Pinhel a Bragança. Para além da estrada, De Mateos também se destaca na pista. Em 2015 foi terceiro em perseguição, no Campeonato Espanhol.

PODCAST-RRB-BUTTON

Publicidade

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos