slogan

Público no Rali de PortugalO Automóvel Club de Portugal agradece a forma fantástica como os fãs do Vodafone Rally de Portugal contribuíram para o sucesso da edição deste ano. O comportamento exemplar dos dois milhões de adeptos que assistiram à jornada portuguesa do WRC ao vivo foi crucial para que o regresso da prova ao Norte fosse tão positivo.

Com o centro operacional montado na Exponor, em Matosinhos, o Vodafone Rally de Portugal voltou a uma região tão importante para a história do evento 14 anos depois da última edição, que teve lugar em 2001.

Depois de uma experiência bem sucedida no Sul do País, esta mudança para Norte resultou num aumento enorme do número de espectadores nas classificativas. A paixão dos fãs pelos ralis ficou bem marcada ao longo de todos os troços e mesmo durante a preparação da prova, com os adeptos a acompanharem o shakedown e os reconhecimentos quase como se do Rally se tratasse. A organização tudo fez para recuperar o espírito das edições que tornaram o Vodafone Rally de Portugal numa prova tão especial e criou um percurso com especiais como Ponte de Lima ou a mundialmente famosa passagem por Fafe. Mas para que tudo corresse na perfeição, era preciso que o comportamento dos adeptos fosse exemplar e foi isso que aconteceu. O Automóvel Club de Portugal contou com a colaboração de quase dois mil elementos das forças de segurança que controlaram o trânsito, os acessos aos troços e mantiveram a ordem. Quinhentos marshals estiveram nas especiais para assegurar que os espectadores ficavam nas zonas criadas especificamente para o efeito de modo a que pudessem assistir à passagem dos carros em segurança.

Houve a preocupação da organização passar a mensagem, através dos meios de comunicação social, meses antes do Vodafone Rally de Portugal a alertar as pessoas para a questão da segurança. Também os pilotos do WRC participaram nesta campanha através de spots específicos. Conferências de imprensa, publicidade, divulgação nas redes sociais. Todos os meios foram utilizados para garantir que os adeptos percebessem que a segurança não podia ser posta em causa, de modo a contribuir para a continuidade da prova em Portugal e no Norte do País em particular. Como resultado, o Vodafone Rally de Portugal foi um sucesso estrondoso, com os números de espectadores a atingirem valores impressionantes. Para o Presidente da Comissão Organizadora, Mário Martins da Silva, o respeito demonstrado pelos adeptos foi chave para o sucesso do evento. "Pensamos que este ano, as coisas correram melhor do que se esperava. Há áreas a melhor, como é óbvio, mas correu tudo muito bem. Fizemos um grande esforço para explicar a importância da segurança. Só assim, o evento pode continuar no Norte do País e no WRC." "O público percebeu o que estava em causa e eu ouvi as pessoas a falarem sobre a necessidade de se comportarem devidamente. Isso significa que a mensagem passou. A ideia é ter os fãs a verem o Rally, mas isso tem de acontecer nos locais certos para que os níveis de segurança se mantenham." "Quero agradecer a todos os adeptos, bem como às forças de segurança, às autoridades locais e à equipa da organização pelo seu esforço para que o rali deste ano fosse um sucesso tão grande", concluiu Mário Martins da Silva.

                                                                                                                                           (texto-ACP)

PODCAST-RRB-BUTTON

Publicidade

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos