slogan

Marchas em Celorico de BastoFoi com as Marchas Populares do Celorico a Mexer que Celorico de Basto celebrou os santos populares.

Um arraial que juntou os idosos que integram o programa Celorico a Mexer que apresentaram, a 16 de junho, "as melhores marchas de sempre" na praça Albino Alves Pereira.

"Foi um espetáculo muito bonito, onde foi evidente a entrega, a dedicação onde todos se esmeraram para, de forma criativa e bela, apresentar as melhores marchas de sempre" disse o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. "Nota-se, efetivamente, de ano para ano, uma evolução nas marchas apresentadas. É notório o envolvimento de todos e o trabalho desenvolvido ao longo de semanas para nos proporcionar este grande espetáculo. E é esta alegria estampada no rosto de todos que nos move para fazermos mais e melhor pelas nossas gentes" reforçou o edil celoricense.

De facto, as 12 marchas apresentadas mostraram, durante cerca de 2 horas de espetáculo, o trabalho desenvolvido ao longo de semanas. A coreografia bem estruturada, a letra a retratar os usos e costumes do concelho, com apontamentos inerentes aos santos populares, com as tradicionais sardinhas e o alho porro. Os adereços, as roupas, os arcos, tudo foi trabalhado ao pormenor para apresentar a todos os que quiseram assistir a esta festa.

"Esta festa é tão bonita, depois de tanto tempo a preparar as marchas chegou a altura de as apresentar, e que bem que correu. Estamos muito satisfeitos" disse Cândida Moura, idosa do Celorico a Mexer.

De facto, a alegria foi o denominador comum nestas marchas. "É fantástico ver o quanto se divertiram, o quanto aproveitaram cada momento para confraternizar, para mostrar que são capazes de fazer coisas bonitas. Estas marchas merecem que todos assistam porque é um momento cultural único, um momento repleto de magia, que nos deixa imensamente felizes" disse Helena Martinho, Coordenadora dos Serviços sociais e de Saúde do Município de Celorico de Basto.

Por este palco, Praça Albino Alves Pereira, passou a marcha do Rego e Caçarilhe que apresentou como tema o "Celorico a Mexer, a Marcha de Gémeos e Carvalho levou o alho porro, a marcha de Gagos, Molares e Ourilhe, recordou o S. Tiago, padroeiro de Celorico de Basto, a marcha de Agilde e Borba da Montanha lembrou o S. Pedro. A marcha de Ribas, Cerdeira e Vacaria apresentou o Linho, a marcha de Codessoso e Moreira do Castelo retratou as vindimas, a marcha de Britelo recordou um desporto praticado no concelho, a columbofilia, a marcha do Corgo, Veade e Canedo de Basto apresentou os manjericos, a marcha de Fervença mostrou o Centeio, a marcha de Infesta, Basto S. Clemente e Arnoia levou as sardinhas assadas e a marcha de Nespereira, Pereira e Vale de Bouro marchou com flores, e "bonitas que eram".

A terminar as marchas populares do Celorico a Mexer foi a vez dos animadores, professores e técnicos do Celorico a Mexer apresentar a marcha ao som de "Vamos lá cambada", um hino que teve por objetivo encerrar da melhor forma esta festa e como tem vindo a acontecer por este Portugal fora, apoiar a Seleção Nacional no Mundial.

Os idosos do Celorico a Mexer continuam com atividades nos locais de animação até finais de julho. No dia 6 desse mês vão, como todos os anos, realizar o passeio anual. Durante o mês de Agosto o programa encerra para férias.

PODCAST-RRB-BUTTON

Publicidade

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos