slogan

Alberto Santos apresentou contoO ex-presidente da autarquia de Penafiel, escritor já com outros livros publicados, apresentou a sua mais recente obra, inspirada na ancestralidade penafidelense, baseada em dois documentos pertencentes à Santa Casa da Misericórdia de Penafiel.

Foi na passada sexta-feira que Alberto Santos fez esta apresentação na Biblioteca Municipal de Penafiel. A saber que o conto do escritor faz parte do livro "Roça Língua" de Marta Lança e Isaura Carvalho. O conto de Alberto S. Santos é baseado em dois documentos pertencentes à Santa Casa da Misericórdia de Penafiel – testamento do Abade Ermelo Amário Moreira (Provedor desta Instituição entre 1627-1628) e "O Compromisso da Santa Casa da Misericórdia de Penafiel", datado de 1643. Nesta narrativa, a personagem "Maria Carriça" com 17 anos, órfã, é criada por um familiar, num ambiente com escassos recursos. O enredo situa-se entre Penafiel e o Brasil e retrata tradições como a Procissão das Endoenças. Alberto S. Santos, escritor penafidelense, falou do conto que nasceu do desafio da Santa Casa da Misericórdia de Penafiel, aquando do seu 500.º aniversário, em 2009. "O que suscitou inspiração foram os dois documentos do séc. XVII da Santa Casa, onde recriei parte da história da nossa cidade. O legado do Abade Ermelo permitiu que órfãs pudessem ter melhores condições de vida e o conto 'Maria Carriça' foi ao encontro da ancestralidade e da toponímia daquela época. 'Roça Língua' é um projeto bastante interessante que aproxima povos e autores que falam a mesma língua." A coletânea de contos "Roça Língua" é uma compilação de textos de 15 autores de várias nacionalidades, que têm em comum a língua portuguesa. A maioria dos contos estão focados em São Tomé e Príncipe, local onde nasce o projeto.

B

PODCAST-RRB-BUTTON

Publicidade

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos