slogan

DOM FAFES 19.22A Câmara Municipal de Fafe acaba de editar mais um número da revista cultural Dom Fafes, publicação que tem por objetivo a edição de trabalhos de investigação sobre aspetos da história do município.

O presente número quádruplo da revista Dom Fafes (19/22), corresponde aos anos de 2012 a 2015 e integra um conjunto de textos de grande interesse para o conhecimento do concelho e da sua história, em diferentes épocas. Desde logo, o destaque deste número vai para dois trabalhos vencedores do Prémio de História Local – Câmara Municipal de Fafe, em duas edições distintas. O primeiro tem o título "Subsídios para o Estudo do Municipalismo em Portugal: o caso de Fafe", da autoria do investigador Aureliano Barata, vencedor da edição de 2013, enquanto "Sepulturas Medievais do Concelho de Fafe", do jovem João Nuno Machado, triunfou na edição de 2015. São dois textos fundamentais para a memória de Fafe em áreas distintas. Acresce um estudo de Cátia Fernandes sobre os oratórios como criação artística para o culto divino, com exemplos recolhidos no território fafense.

No capítulo das Comunicações, de relevar a do Coronel Carlos Matos Gomes, intitulada "Da guerra colonial ao 25 de Abril – a questão colonial no centro da nossa história contemporânea" e que tem por base a conferência pronunciada na Casa Municipal de Cultura de Fafe, em 5 de abril de 2013, na abertura da evocação do cinquentenário do início da guerra em África, cujo programa se desenrolou entre 2013 e 2014, por iniciativa do município e de associações locais.

A segunda comunicação tem a assinatura do Professor José Carlos Meneses Rodrigues, do Instituto de Estudos Superiores de Fafe, com o título "I República (1910-1926): Uma esperança desperdiçada" e foi apresentada na sessão solene comemorativa do 103º aniversário da Proclamação da República, realizada na Câmara Municipal de Fafe, em 5 de Outubro de 2013.

Finalmente, na rubrica "Fontes", de realçar o texto com o título "Para uma Bibliografia Fafense", da autoria do responsável coordenador da revista, o historiador Artur Ferreira Coimbra, que actualiza a relação das obras e publicações de temática local, individuais ou colectivas, que se foram publicando sobre o concelho, por autores fafenses ou não, indicando a sua autoria, ano e local de edição. São mais de duas dezenas de páginas sobre a bibliografia de temática fafense, que inclui revistas comemorativas ou colectâneas que integrem textos sobre a história, o território ou as gentes do município. Este número da revista Dom Fafes tem 302 páginas e está à venda na Biblioteca Municipal de Fafe.

18ª Aniversário RRB

18º Aniversário RRB

Publicidade

Madrugar

Madrugar

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos

Este site usa cookies. Ao continuar a navegar no site você concorda com a utilização de cookies. Politica de cookies