slogan

Biblioteca Pública de Braga evoca Mário de Sá-CarneiroA Biblioteca Pública de Braga (BPB) apresenta até 8 de julho uma exposição dedicada a Mário de Sá-Carneiro, assinalando um século sobre a morte deste escritor ímpar do modernismo português.

A mostra reúne uma centena de publicações em vários núcleos temáticos, nomeadamente livros do autor, traduções, biografias, bem como outras edições, estudos e periódicos alusivos aos principais momentos do seu percurso. A exposição está patente no átrio da BPB, uma unidade cultural da UMinho no centro de Braga, e tem entrada livre todos os dias úteis, das 9h00-13h00 e 14h00-18h00. O poeta, contista e ficcionista Mário de Sá-Carneiro nasceu em Lisboa em 1890 e morreu precocemente a 26 de abril de 1916, num hotel de Paris. Fez parte da geração Orpheu, com intelectuais como Fernando Pessoa, Santa-Rita Pintor, Amadeu de Sousa Cardoso e Almada Negreiros, que lançaram em 1915 a Orpheu, revista-ícone do modernismo português. Os números 1 e 2 desta publicação estão em destaque num dos painéis da exposição, ao lado de uma evocação biográfica escrita por Fernando Pessoa e de poemas incontornáveis como "Eu não sou eu nem o outro, sou qualquer coisa de intermédio".

18ª Aniversário RRB

18º Aniversário RRB

Publicidade

Madrugar

Madrugar

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos

Este site usa cookies. Ao continuar a navegar no site você concorda com a utilização de cookies. Politica de cookies