slogan

Mário Vitória expôe em AmaranteO Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso inaugura a 19 de março, pelas 16:00h a exposição do artista plástico Mário Vitória, designada "Lucubrações para as partes mais vulneráveis da matéria".

José Luis Peixoto refere às imagens de Mário Vitória "como ramos a esfregarem-se até fazer fogo. Esse "fogo" pode atear-se a partir da ironia, da hipérbole, do eufemismo ou de qualquer outra figura de estilo." Diz-nos ainda o escritor que o "trabalho de Mário Vitória é político, questiona muito do que quase sempre se dá por adquirido. Ao fazê-lo, está firmemente assente na realidade, mesmo que triture essa realidade em pedacinhos, mesmo que a desarrume". Sobre os traços fundamentais da obra de Mário Vitória escreveu António Cardoso, Diretor do MMASC: "Um fundo, um pano de fundo literário, e suas errâncias, comportamentos ideológicos (a guerra, as migrações, os grandes temas e narrativas, o mundo inconstante e mutável), o inconsciente, o onírico, a sexualidade difusa, o humor e a ironia, o pensamento divergente, na possibilidade de soluções criativas, são as marcas identitárias de um Surrealismo provável nas obras de Mário Vitória". "Lucubrações para as partes mais vulneráveis da matéria" pode ser vista até ao próximo dia 5 de junho.

18ª Aniversário RRB

18º Aniversário RRB

Publicidade

Madrugar

Madrugar

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos

Este site usa cookies. Ao continuar a navegar no site você concorda com a utilização de cookies. Politica de cookies