slogan

Celorico de Basto celebrou o S. Valentim com Tertúlias de Amor (1)É uma das atividades mais acarinhas pelos idosos que integram o programa Celorico a Mexer. As Tertúlias de Amor são a forma escolhida pelos técnicos e utentes do programa social da autarquia celoricense para celebrar o S. Valentim.

A iniciativa decorreu a 8  e 10 de fevereiro, no Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa e contou com a participação dos utentes de todos os grupos que integram o Celorico a Mexer do concelho. "É uma iniciativa muito acarinhada pelos nossos idosos que interpretam grandes clássicos da música romântica portuguesa e dão a conhecer um pouco da sua história de vida à plateia, sobretudo os momentos mais divertidos e românticos. A iniciativa procura valorizar o idoso tal como acontece com todas as ações promovidas pelo Celorico a mexer" disse Helena Martinho, Coordenadora da Ação Social e Saúde do município de Celorico de Basto. No dia 8 o palco do Centro cultural recebeu o grupo de Moreira do Castelo que interpretou "Passear contigo" dos Broa de Mel, o grupo do Rego com o Barco Negro de Amália Rodrigues, Gémeos com o Anel de Noivado, Gagos e Molares com o clássico "Menina que estás à janela", Canedo de Basto e Ourilhe com a música "Caçador de Sóis", Borba da Montanha com o "Jogo da Carrasquinha", Basto Santa Tecla e Infesta com a música "A namorada que sonhei", o grupo de Carvalho apresentou a música "Ao passar a Ribeirinha" e Cerdeira e Vacaria com o "Luar da Meia-noite". A sessão terminou com a interpretação da música "Vinte anos " de José Cid. Hoje o palco pertenceu ao grupo de Fervença que interpretou a música "Meu amorzinho", Arnoia com a música "Vinte anos", o Corgo cantou a canção" Foi feitiço", Caçarilhe interpretou "Caçador de Sóis", Nespereira e Basto S. Clemente cantaram "Cinderela", Vale de Bouro apresentou o clássico "Nini dos meus 15 anos", Codessoso subiu ao palco com "A Paixão", Agilde cantou "A Ribeira", Britelo inebriou os presentes com a música "amanhã de manha", Ribas interpretou "Valentim" e por fim Veade cantou a música "Pica dos sete". Pelo meio das interpretações decorreu a tertúlia com os idosos a contar as suas histórias mais românticas. Recordar que as músicas apresentadas foram previamente ensaiadas nos locais de animação pelos professores de música e pelos animadores do programa.

 

Celorico de Basto celebrou o S. Valentim com Tertúlias de Amor (2)

18ª Aniversário RRB

18º Aniversário RRB

Publicidade

Madrugar

Madrugar

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos

Este site usa cookies. Ao continuar a navegar no site você concorda com a utilização de cookies. Politica de cookies