slogan

Entrega do Grande Prémio de Poesia Teixeira de Pascoaes"É uma honra dupla" -  Daniel Jonas.

"Teixeira de Pascoaes destaca-se como figura incontornável da história de Amarante e de Portugal, e a ele devemos, não só a sua obra literária, de enorme valia e relevo, mas também o facto de ter permanecido fiel, até ao fim da sua vida, em 14 de dezembro de 1952, a uma mensagem de humildade e de tolerância e a uma missão de preservação e projeção de valores e de referências de Amarante" – foi assim que José Luís Gaspar evocou Teixeira de Pascoaes na cerimónia de entrega do Grande Prémio de Poesia Teixeira de Pascoaes atribuído, pelo Júri, ao livro "Nó" de Daniel Jonas. O Presidente da Câmara Municipal felicitou Daniel Jonas pela "distinção e pelo conjunto da sua obra e da sua carreira", reiterando que acredita que "este Grande Prémio é a materialização da forma como Teixeira de Pascoaes amava a literatura, a língua portuguesa e Amarante e, por isso, é com muita honra que anualmente o município distingue um autor e uma obra literária portuguesa, destacando assim a excelência do trabalho de grandes escritores do nosso país." Daniel Jonas agradeceu à Câmara Municipal de Amarante e à Associação Portuguesa de Escritores (APE) pela distinção com o Grande Prémio de Poesia referindo que é uma "honra dupla" porque é atribuído em Amarante. "Uma cidade de que gosto particularmente e porque tem o nome de Teixeira de Pascoaes que é um dos meus poetas de eleição, um grande vulto, uma figura incontornável da poesia portuguesa a quem no meu livro endosso um poema", sublinhou. Após a cerimónia de sessão solene que decorreu no Salão Nobre do Edifício dos Paços do Concelho, seguiu-se o descerramento da placa alusiva a esta edição, na Biblioteca Municipal Albano Sardoeira. A cerimónia culminou com "Conversas com Pascoaes", no Café Bar, e contou com os oradores Fabrizio Boscaglia e Dirk Michael Hennrich do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias, da Faculdade de Letras da Universidade Nova de Lisboa. Recorde-se que o prémio Teixeira de Pascoaes foi criado em 1997 pelo Município de Amarante, com o intuito de homenagear e perpetuar a memória de Teixeira de Pascoaes. Resultante da parceria, estabelecida a 27 de março de 2014, entre a Câmara Municipal de Amarante e a Associação Portuguesa de Escritores, surgiu o Grande Prémio Teixeira de Pascoaes que se destina a galardoar anualmente, com um valor de 12.500.00€ (doze mil e quinhentos euros), um livro em português e de um autor português, publicado integralmente e em 1ª edição, no ano anterior.

PODCAST-RRB-BUTTON

Publicidade

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos

Este site usa cookies. Ao continuar a navegar no site você concorda com a utilização de cookies. Politica de cookies