slogan

Fonte da Felicidade de Cristina RodriguesDepois do êxito em Tatton Park, "A Fonte da Felicidade" chega a Portugal e a primeira paragem é em Amarante.

A obra é a primeira, de uma série de 17 peças de arte entre esculturas e instalações, desenhada por Cristina Rodrigues para assinalar os 30 anos de carreira de Carlos Coelho e Paulo Rocha, dois dos mais proeminentes designers e criadores de marcas em Portugal. A arquiteta e artista plástica tem encontrado inspiração para as suas obras nas histórias dos outros e foi sob perspetiva humanizada que nasceram as personagens de uma grande narrativa, "O Mestre Alfaiate & O Alquimista / Master Tailor & The Alchemist", que celebra a vida e obra de dois génios criativos portugueses. Forjada em ferro para suportar garrafas de Licor Beirão, "A Fonte da Felicidade" é uma escultura de grandes dimensões em torno da qual se estendem centenas de correntes, também em ferro, que parecem amarrar a peça ao solo. A obra representa Carlos Coelho & Paulo Rocha, "O Mestre Alfaiate & O Alquimista" ainda jovens, quando "A Fonte da Felicidade" ainda não tinha sido turvada pela vida. A aclamada artista explica que "quando somos jovens o nosso coração é mais puro e abraça a vida com uma esperança que parece ser inabalável". Os dois criadores desde cedo começaram a construir o seu percurso, transformando a história recente de todo um país com os seus trabalhos.

As marcas criadas e/ou intervencionadas por Carlos Coelho e Paulo Rocha fizeram parte do quotidiano dos portugueses durante as três últimas décadas e mudaram a nossa forma de perceber os produtos por elas representadas. Marcas como o Multibanco, a Tap, a RTP, os Correios, a Galp, a Delta, o Licor Beirão, entre muitas outras, modificaram a vida privada e as formas de convívio no nosso país. Outras tiveram um papel educador e transformador de mentalidades como é o caso de Portugal Sou Eu., marcas que nos fizeram olhar para Portugal de uma nova perspetiva, valorizando os nossos produtos, o nosso design. Celebrar a carreira destes dois homens é celebrar Portugal. Cristina Rodrigues justificou a escolha de Licor Beirão como primeira marca a ser alvo de intervenção. Nas suas palavras, "O álcool é mágico. Transforma-nos, desinibe-nos, abala-nos. O licor é uma taça de magia. Quero fazer uma peça de arte gigante chamada "A Fonte da Felicidade". Idealizei homenagear este "elixir dos deuses", esta forma de convívio milenar..." "A Fonte da Felicidade" foi revelada ao público pela primeira vez no dia 19 de Julho de 2015, nos célebres jardins de Tatton Park, no Reino Unido, que serviram de cenário para inúmeros filmes e séries de época. A artista portuguesa residente em Manchester tem atualmente uma grande exposição no Palacete de Tatton Park (21 de Maio - 4 de Outubro 2015) intitulada "Anjos da Guarda", trabalho que tem sido alvo de vários elogios por parte da imprensa britânica. A obra escultórica "A Fonte da Felicidade" foi vista por vários milhares de visitantes no Reino Unido e inaugurou pela primeira vez em Portugal, no Concelho de Amarante, no claustro do Museu Amadeo de Souza-Cardoso, a 5 de Setembro de 2015, às 21h30. De referir que a artista plástica tem vindo a desenvolver vários trabalhos com o apoio do Município de Amarante, nomeadamente "A manta amarantina", inspirada nas mantas tradicionais de Amarante, que, ainda hoje, continuam a fazer-se em algumas freguesias do Município, como Bustelo e Fridão. No seguimento deste trabalho, as tecedeiras de Fridão vão agora, no quadro da Oficina de Projetos da Tecelagem, preparar novos projetos que se traduzam numa maior capacidade de produzir e vender produtos locais, valorizando as tradições de Amarante e conquistando melhores condições de rendimento e desenvolvimento pessoal. No consórcio de apoio à iniciativa importa mencionar, para além da Câmara Municipal de Amarante, a Cristina Rodrigues Studio, a Junta de Freguesia de Fridão, o CLAP, a Caixa de Mitos, a Rendas Portuense, a Dólmen e o Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso. A obra faz parte da exposição "O Céu desce à Terra" que se insere nas comemorações dos 25 anos do Mosteiro de Alcobaça como património da humanidade (Unesco) e reflete a paixão da artista por aquele monumento, um dos mais belos lugares de Portugal, e que guarda os túmulos dos dois amados mais celebrados da nossa história: D. Pedro e D. Inês. Ainda em Amarante, a artista Cristina Rodrigues construiu, no seu ateliê situado num espaço anexo ao Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, "A Gaiola", composta por 25 violas amarantinas de cor marfim, desenhadas à mão. Cristina Rodrigues é um nome bem conhecido da arte contemporânea Portuguesa. A artista e arquiteta sediou-se em Manchester, no Reino Unido, há seis anos, e foi naquela cidade que construiu um percurso académico e artístico internacional. A sua carreira conta com passagens pelo GDMOA, Guangdong Museum of Art, na China (2013); pelo MUDE, Museu do Design e da Moda (2013); pelo MNA, Museu Nacional de Arqueologia (2013/2014); pela Zweigstelle Berlin (2014); pela Catedral de Manchester (2014) e, mais recentemente, o seu trabalho está em exposição no Mosteiro de Alcobaça (18 abril - 31 agosto 2015) e na Mansão Senhorial de Tatton Park, em Inglaterra (21 maio - 4 outubro 2015).

Fonte da Felicidade de Cristina Rodrigues 2

Publicidade

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos

Este site usa cookies. Ao continuar a navegar no site você concorda com a utilização de cookies. Politica de cookies