slogan

Zeca Afonso homenageado no CCAO CCA - Centro Cultural de Amarante Maria Amélia Laranjeira promove esta sexta-feira, 24 de Abril, um concerto-tributo a Zeca Afonso.

O evento começa pelas 21h30 e tem entrada livre. "O trovador da liberdade" será o grande homenageado, num concerto que reúne em palco uma flautista húngara e um percussionista português.O exotismo do toque doce da marimba, mistura-se com o som suave, delicado e encantador da flauta para prestar tributo ao repertório de José Afonso. Os temas eternos que reconhecemos na voz de José Afonso deixam-se apropriar pela fusão inesperada destes dois instrumentos de mundos aparentemente distintos. O resultado não podia ser mais envolvente: linhas melódicas que são, ao mesmo tempo, familiares mas verdadeiramente imprevisíveis. A marimba de Márcio Pinto acolhe o som da flauta de Krisztina Dobner para uma fusão de culturas que interpreta músicas que marcam, para sempre, a História de Portugal. Uma união invulgar, é certo, que reinterpreta a obra de José Afonso, com um fôlego renovado. Um tributo feito de sensações que promete arrebatar, em particular, os fãs da obra do "trovador da liberdade". "Venham Mais Cinco" e "Cantigas de Maio" são alguns dos temas que serão interpretados nesta homenagem a um dos grandes músicos de Abril. Em 2015, assinalam-se 41 anos da Revolução.

Programa:

- Balada Aleixo

- Vejam bem

- Os Vampiros

- Cantar Alentejano

- As Sete Mulheres do Minho

- Os Bravos

- Venham Mais Cinco

- À Proa

- Canção de Embalar

- Alípio de Freitas

- Cantigas de Maio

- Maria Faia

- Entrudo

 

Krisztina Dobner, flautista, nasceu em Budapeste, Hungria em 1980. Em 2006 terminou o curso na Franz Liszt Music Academy-Budapeste com elevado louvor, e em 2009 completou o Mestrado de Intérperte de Flauta na Academia de Música e Teatro de Vilnius, Lituânia. Realizou diversos concertos pela Europa: Luxemburgo, Holanda, Lituânia, Hungria, Alemanha, Itália, Croácia, Suíça, Lichtenstein, Espanha e Japão. Desde 2009 tem trabalhado em Portugal com a Orquestra do Norte e com vários grupos de câmara. Desde 2010 trabalha como professora de flauta transversal no Centro Cultural de Amarante.

Márcio Pinto é o percussionista de serviço e a música fez, desde sempre, parte do seu percurso. Entusiasta dos ritmos exóticos, entra para o grupo de dança e percussão Semente, onde desenvolve a parte de percussão tradicional africana. Passa ainda pelo grupo OliveTreeDance. Trabalha com os Retimbrar da Casa da Música, onde é orientador. Em 2010/2011 atua com os Homens da Luta. Atualmente colabora com OliveTreeDance, Bate&Bala e Drumming- Grupo de Percussão.

PODCAST-RRB-BUTTON

Publicidade

Caminho de Emaús na RRB

Caminho de Emaús

Clube de Amigos RRB

Clube de Amigos